segunda-feira, 16 de Fevereiro de 2009

Higiene Ambiental


Pense globalmente, actue localmente
Comportamentos individuais podem alcançar transformações globais.


No âmbito do módulo de Hábitos de Higiene, foi proposto aos alunos a visualização de um vídeo “O dia depois de amanhã”. O objectivo foi o da consciencialização para o agravamento da poluição que actualmente vivemos no planeta Terra e, simultaneamente, reflectirem sobre os aspectos que diariamente podem fazer para melhor preservar o planeta que é de todos.

Começámos por apresentar quais são os problemas ambientais para, de seguida, reflectir sobre os contributos que cada um pode dar para melhorar o ambiente.

Problemas Ambientais

O efeito estufa é essencial para o bem-estar do planeta terra. Este fenómeno passa por captar a energia solar e a sua absorção, tornando a temperatura amena. A atmosfera tem gases que evitam que esse calor dissipe, que é essencial para a vida humana e preservação da própria natureza.

Com o crescimento da população mundial, e os avanços tecnológicos e industriais verificou-se um aumento de CO2 na atmosfera casa do 25%. Assiste-se a um agravamento deste fenómeno que dá origem ao aquecimento global, devido ao aumento de gases de efeito de estufa que impedem que o calor emitido pelos raios solares seja libertado para o espaço.




Principais gases que actuam no efeito de estufa:
  • CO2: Dióxido de carbono – que representa grande parte do efeito de estufa, estimado em cerca de 60 %, apenas derivado do uso dos combustíveis fósseis.

  • CFC: Clorofluorcarbono – deriva essencialmente de plásticos e sprays, e actua em grande parte na deterioração da camada de ozono, tendo 10% de responsabilidade no fenómeno do efeito de estufa.

  • CH4: Metano – corresponde a cerca de 20% do efeito de estufa, proveniente das lixeiras.

  • HNO3: encontra-se em grande escala na composição de químicos, como fertilizantes contribuindo em cerca de 5% para o efeito de estufa.

  • O3: Ozono – deriva basicamente do progresso do homem, no que diz respeito à poluição, e os exemplos são vários, desde as fábricas aos automóveis.


Aquecimento global


O aquecimento global é o aumento da temperatura do ar e dos oceanos registado nas últimas décadas com previsão para agravar. Ainda existe alguma polémica quanto à influência do homem nestas mudanças climatéricas, mas já há quem o assuma como a principal causa.
O IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas), afirma que este aquecimento se deve ao aumento do «efeito de estufa», devido aos gases lançados para atmosfera (o metano, o óxido de azoto, CFC´s e dióxido de carbono) que influenciam o dispersar do calor proveniente dos raios solares. Estes gases são originários desde a Revolução Industrial e com uma maior industrialização a nível global.



Existem previsões até 2100, esperando-se que a temperatura aumente entre 1 e 6 graus centígrados e o nível do mar, consequentemente, também devido ao derretimento dos glaciares, mesmo que os níveis de gases de «efeito estufa» não aumentem.

Já estão em prática alguns planos para o combate ao aquecimento global, sendo o mais conhecido o Protocolo de Quioto, assinado por inúmeras nações desde 1997. O protocolo visa o compromisso dos países para a redução de emissões de gases com «efeito de estufa» e a cooperação entre as nações par essa diminuição.


Aqui ficam algumas das graves consequências do aquecimento global:


  • Aumento do nível do mar, com o derretimento dos glaciares e a provável submersão de cidades ou mesmo países.

  • O aparecimento de novos desertos, com o desequilíbrio de ecossistemas devido ao aumento da temperatura, levando à morte de várias espécies animais e vegetais. (Muitos cientistas lembram que o deserto do Saará foi em tempos uma floresta maior que a Amazónia.)

  • Devido a uma maior evaporação da água dos oceanos pelo aumento da temperatura, originará catástrofes como tufões e ciclones.
  • Ondas de calor sentidas em lugares que até então eram simplesmente amenas.

Combustíveis Fósseis e Poluição


Existem três grandes tipos de combustíveis fósseis como carvão, petróleo e o gás natural. O nome fóssil surge pelo tempo que demora à sua formação, vários milhões de anos. Estes recursos que agora se utilizam foram formados à 65 milhões de anos.

A regeneração destes fósseis é mesmo o cerne do problema, pois uma vez esgotados só existirão novamente passado bastante tempo. A economia global está dependente destes recursos naturais, daí as variâncias do preço do petróleo, pois prevê-se que acabe em poucas décadas, o que influência em grande parte a crise financeira que agora se vive.

O uso destes recursos teve naturalmente grandes impactos na evolução do homem, tanto para o melhor, a nível social, tecnológico, económico e uma grave consequência ambiental. As grandes consequências surgem com o uso deste tipo de combustíveis, como a contaminação do ar pela sua combustão, sendo mesmo um problema para a saúde pública.


Gases como o dióxido de carbono são considerados poluentes por agirem directamente com o efeito de estufa, aumentando assim o aquecimento global, não deixando dissipar o calor absorvido pelos raios solares. Este aumento de temperatura é sentido nos dias que correm, e provavelmente trará consequências de dimensões catastróficas se nada for feito em contrário.

O processo de formação de combustível fóssil deve-se às plantas, animais e toda a matéria viva, que quando morrem decompõem-se, sendo precisos dois milhões de anos até que esta matéria orgânica origine o carvão, posteriormente dando lugar ao petróleo e ao gás natural.

6 comentários:

  1. EU GOSTEI MUITO I POR ISSO EU FIZ MEU TRABALHO II DEU TUDO CERTO GRAÇAS A ESSA PESQUISA KII VCS FIZERAM AMEI

    ResponderEliminar
  2. aff que bosta fala nada sobre higiene ambiental aff que bosta odiei

    ResponderEliminar
  3. essa pora não fala nada sobre higiene ambiental

    ResponderEliminar
  4. é aqu fala uma parte do que é higiene ambiental.

    ResponderEliminar

Slide sobre Higiene